Funk é cultura

Pensar em cultura carioca sem pensar no funk é impossível. Este importante movimento cultural de massa alcançou uma dimensão que ultrapassa todos os limites impostos pela seleção preconceituosa da mídia burguesa.

A mídia grande tentou de diversas formas jogar o funk no sumidouro da indústria cultural brasileira. Mas foi impossível, tanto pelo talento dos artistas que pensaram e criaram esforços para verem sua paixão ser popularizada, quanto pela própria vontade do público igualmente apaixonado de ouvirem e dançarem o ritmo inevitavelmente contagiante de suas músicas.

Durante muito tempo o funk ficou submetido à lógica punitiva que as elites impõem a tudo aquilo que não consideram como cultura por conta de sua forma limitada preconceituosa de tudo aquilo que tem origem nas classes mais sofridas de nossa sociedade, foi assim com a capoeira, foi assim com o samba e está sendo assim com o funk.

Fora isso os empresários das equipes de som, com interesses próprios, trataram de submeter toda a riqueza e o potencial conscientizador desse ritmo a lógica do mercado cultural capitalista.

Para contrapor a toda essa lógica de criminalização deste movimento está surgindo o Movimento Funk é Cultura a partir da iniciativa de funkeiros e amigos do funk.

O MTD (Movimento dos Trabalhadores Desempregados) fortalece essa idéia e convoca todas as organizações e movimentos sociais para somarem esforços nesta mais nova tarefa revolucionária que a história coloca diante de nós. Fortalecer essa iniciativa significa caminhar na direção da descriminalização da pobreza e da cultura que a favela e a periferia produzem. E faremos isso através das bandeiras que oMovimento Funk é Cultura propõe:

– Criação de uma associação que lute pelos direitos dos profissionais do Funk;

– Criação de bailes comunitários;

– Difusão da produção cultural dos funkeiros em redes de rádios e TVs comunitárias;

– Produção e distribuição alternativa de CDs e DVDs dos artistas;

– Concursos de Rap;

– Luta pela aprovação de uma lei federal que defina o funk como movimento cultural e musical de caráter popular;

Tamos juntos!!!

MTD – Movimento dos Trabalhadores Desempregados

One response to “Funk é cultura”

  1. rodrigo says :

    Esse texto é muito interessante, vou imprimir pra mostrar a quem critica o funk.
    O FUNK É CULTURA, ARTE e LAZER.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s