Manifesto pelo pleno emprego e plena vida!

Divulgamos em nossa página o manifesto confeccionado após deliberação coletiva do Movimento dos Trabalhadores Desempregados do Rio de Janeiro(Metropolitana e Petrópolis).

MOVIMENTO DOS TRABALHADORES DESEMPREGADOS-RJ

Pleno Emprego e Plena Vida!

Desde a invasão dos europeus ao Brasil foi imposto aos trabalhadores uma extrema exploração do trabalho e opressão. O trabalho escravo garantiu um fabuloso lucro as empresas capitalistas que hoje tem o poder político e econômico do mundo. Utilizaram nossa terra, que poderia produzir alimento para todos, para montar a empresa açucareira monocultora. Com a descoberta de ouro intensificou-se a violência e a exploração para garantia dos objetivos dos gananciosos. Em 70 anos se arrancou do solo brasileiro e se transportou para a Europa mais ouro que em 200 anos de exploração de toda América Espanhola.

Toda história do povo brasileiro tem sido de resistência a opressão imposta por uma elite brasileira submissa e aliada dos interesses das empresas capitalistas globais. Foi assim durante o período colonial, imperial , durante toda república e hoje na nova república com os governos neoliberais de Fernando Collor, Itamar Franco, FHC e Lula.

O povo elegeu o atual presidente como negação do modelo econômico neoliberal. Porém Lula traiu esta vontade expressa nas urnas, dando continuidade a entrega das riquezas nacionais, como o petróleo, para os capitalistas globais, através de leilões que privatizam o que deveria ser de todos. Esta atitude exporta capitais que deveriam ser usados aqui para universalização da educação pública de qualidade, oferecimento de um sistema de saúde pública que defenda a vida de todos os seres humanos que vivem e trabalham no Brasil, e geração de trabalho libertador para todos, resumidamente a realização das condições para uma vida feliz e prazerosa onde seja permitido sonhar.

Foi dada continuidade e aprofundamento a política de extermínio dos direitos dos trabalhadores. Com a reforma da previdência, aumentou o tempo de trabalho para os trabalhadores se aposentarem e diminuiu o valor das aposentadorias forçando o trabalhador a, mesmo depois de aposentado, continuar trabalhando. Com a flexibilização dos direitos trabalhistas o trabalhador perdeu poder nas negociações por melhores salários e condições de trabalho. Aumentou assim a exploração, a desigualdade social e o desemprego. O trabalho torna-se cada vez mais precarizado e incerto.

Como se não bastasse ainda querem jogar nos ombros dos trabalhadores, desempregados ou não, o peso de uma crise econômica que não foi criada por eles. Já são milhares de desempregados, nos EUA, na Europa e no Brasil por causa da tal crise econômica criada pelos empresários americanos e sustentada pelo governo americano e aqui pelo governo Lula. A previsão é que esse número aumente ainda mais, pois alguns analistas dizem que o pior da crise ainda está por vir. O que torna necessária a organização de todos os trabalhadores da cidade e do campo, desempregados ou não, para enfrentarmos juntos qualquer iniciativa que seja contra os interesses da nossa classe. Que arquem com a tal crise os causadores dela.

E o que o governo oferece para o povo são as migalhas do banquete das elites, através do bolsa família, e a opressão violenta da Força de Extermínio Nacional e das polícias militares. Como a expressão da vontade dos trabalhadores nas urnas não surtiu resultado prático o povo expressará sua vontade nas ruas em grandes mobilizações que criem força política para efetivação de nossos desejos.

Nós não queremos migalhas e balas!

Exigimos Pleno Emprego e plena vida!

TRABALHO!!!

– Redução da jornada de trabalho para 30 horas sem redução salarial
– Fortificação dos direitos trabalhistas previdenciários
– Aumento do salário mínimo de acordo com as reais necessidades dos trabalhadores
– Frentes Emergenciais de Trabalho para todos os desempregados
– Desapropriação de imóveis vazios de massas falidas para formação de cooperativas populares
– Subsídio para cooperativas populares
– Fim da atuação da policia militar nas favelas e fim do Caveirão

SAÚDE!!!
– Fornecimento gratuito de todos os medicamentos necessários para manutenção da saúde de toda a população
– Oferta de todos os equipamentos necessários para realização de todos os exames, tratamentos e intervenções cirúrgicas de forma gratuita a todos.
– Ampliação do número de hospitais e postos de saúde públicos para acabar com as filas
– Investimento prioritário na saúde preventiva: ampliação do médico de família nas comunidades, tratamentos alternativos de prevenção, reconhecimento do conhecimento medicinal das comunidades, investimento no tratamento de toxicômanos em todas as comunidades e campanhas preventivas   

AUTONOMIA!!!
–    Gestão coletiva dos meios de produção
–    Cooperativas de produção orientadas pelas necessidades dos trabalhadores
–    Organismos de ação política subordinados aos interesses de quem efetivamente trabalha
–    Campanhas de formação para a integração das várias unidades de geração de renda

EDUCAÇÃO!!!

–    Acesso dos trabalhadores aos cursos da educação pública em todos os níveis
–    Gratuidade nos transportes para os estudantes e trabalhadores desempregados
–    Pela criação de cursos dirigidos aos trabalhadores, com currículos próprios e conteúdos diversificados
–    Acesso gratuito dos trabalhadores desempregados nos espaços culturais (salas de teatro e cinema, shows, jogos, etc.)
–    Pela participação do trabalhador na elaboração de sua educação e o fim da separação entre trabalho intelectual (“ativo”) e manual (“passivo”)

OCUPAR! RESISTIR! CONSTRUIR! PRODUZIR!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s